Publicidade

Publicidade

O Namorador ou A Noite de São João, de Martins Pena
setembro 21st, 2010

O Namorador ou A Noite de São João, de Martins Pena

Martins Pena é um dos fundadores do teatro e da comédia do Brasil. Sua obra é escrita no período do Romantismo, suas obras escapam do movimento, procurando apresentar soluções realistas para a vida cotidiana. O Namorador ou A Noite de São João é uma peça teatral em um ato publicada em 1845.

No
Via-Láctea, de Olavo Bilac
setembro 21st, 2010

Via-Láctea, de Olavo Bilac

Olavo Bilac é um dos principais nomes do parnasianismo no Brasil. O escritor estreou com o livro Poesias em 1888, volume com três coletâneas: Panóplias, Via-Láctea e Sarças de Fogo. Em Via-Láctea, os 35 sonetos são sem título cultuando o subjetivismo presente no Romantismo.

No
Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida
setembro 21st, 2010

Memórias de um Sargento de Milícias, de Manuel Antônio de Almeida

Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida foi publicado em capítulos em um suplemento do jornal Correio Mercantil entre 1852 e 1853. O livro foi escrito durante a transição entre o romantismo e o realismo, portanto há toques românticos na história, ainda que seja permeada de humor e ironia.

No
Crisálidas, de Machado de Assis
setembro 21st, 2010

Crisálidas, de Machado de Assis

Crisálidas (1864) foi o primeiro trabalho publicado de Machado de Assis. O autor utiliza personagens da mitologia remetendo ao Romantismo, mas sem excessos. Machado também utiliza a forma do Parnasianismo, mas sem a rigidez parnasiana. A obra mostra a mulher na poesia machadiana.

No
O Primo da Califórnia, de Joaquim Manuel de Macedo
setembro 20th, 2010

O Primo da Califórnia, de Joaquim Manuel de Macedo

Em dois atos, Joaquim Manuel de Macedo escreve O Primo da Califórnia. A peça teatral gira em torno da história de um músico pobre e cheio de dívidas, que conquista o sucesso profissional a partir de uma mentira publicada no jornal por seus amigos. A obra foi publicada em 1858. Macedo é considerado o precursor … Read more

No
Luxo e Vaidade, de Joaquim Manuel de Macedo
setembro 20th, 2010

Luxo e Vaidade, de Joaquim Manuel de Macedo

Dentre as peças teatrais publicadas pelo autor Joaquim Manuel de Macedo está Luxo e Vaidade. A obra – escrita em cinco atos – foi representada pela primeira vez, no dia 23 de setembro de 1860, no Teatro Ginásio (RJ), pela Companhia Dramática Nacional. Macedo foi romancista, poeta, cronista literário e dramaturgo. Sua obra é extensa … Read more

No
A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo
setembro 20th, 2010

A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo

A Moreninha, de Joaquim Manoel de Macedo, foi a primeira obra do Romantismo brasileiro. Retrata hábitos da juventude burguesa carioca, contemporânea à época de sua publicação, a partir da história de um garoto que aposta com seus amigos que não se apaixonaria por uma moça por mais de 15 dias. Caso contrário, seria obrigado a … Read more

No
A Luneta Mágica, de Joaquim Manuel de Macedo
setembro 20th, 2010

A Luneta Mágica, de Joaquim Manuel de Macedo

A Luneta Mágica, de Joaquim Manuel de Macedo, é uma narrativa em primeira pessoa que conta a história de um rapaz que sofre de miopia física e a moral. Ao mesmo tempo que não distingue qualquer objeto a duas polegadas de distância de seus olhos, não entende as ideias de outras pessoas tampouco consegue ajusta … Read more

No