Publicidade

Publicidade

Crônica do Viver Baiano Seiscentista – Os Homens Bons, de Gregório de Matos
setembro 20th, 2010

Crônica do Viver Baiano Seiscentista – Os Homens Bons, de Gregório de Matos

A Crônica do Viver Baiano Seiscentista, de Gregório de Matos, é subdividido em cinco contos: O Burgo; Os Homens Bons; A Cidade e seus Pícaros; Armazém de Pena e dor; e O coronista reçusitado. O poeta do Brasil Colônia é considerado um dos mais importantes representantes do Barroco, com grande repercussão na poesia sátira da … Read more

No
Camões, de Joaquim Nabuco
setembro 20th, 2010

Camões, de Joaquim Nabuco

Joaquim Nabuco foi um dos oradores mais conhecidos dos tempos finais da monarquia. Além de diplomata e político de grande prestígio, também atuou como escritor. Sua estreia na carreira foi marcada pela publicação do estudo Camões e Os Lusíadas, em 1872. Tornou o grande propagador da obra do autor português Luis Vaz de Camões. Os … Read more

No
Novos Cantos, de Gonçalves Dias
setembro 20th, 2010

Novos Cantos, de Gonçalves Dias

A coletânea Novos Cantos reúne nove poemas do autor maranhense Gonçalves Dias. A obra se inicia com O Homem Forte e passa por Dies Irae, Espera, A Saudade e Não me Deixes. Zulmira, A Uma Poetisa, Angelina e Rôla completam a antologia. Além de poeta, Dias (1823 -1864) também foi teatrólogo.

No
O Navio Negreiro – Tragédia no Mar, de Castro Alves
setembro 20th, 2010

O Navio Negreiro – Tragédia no Mar, de Castro Alves

Vinte anos depois da promulgação da Lei Eusébio de Queirós – que proibiu o tráfico de escravos -, em 1868, Castro Alves conclui o poema O Navio Negreiro – Tragédia no Mar. A obra denuncia a miséria a que eram submetidos os africanos na travessia oceânica. O poema mais conhecido do Brasil é composto por … Read more

No